100%

Memorial - Câmara de Vereadores de Júlio de Castilhos

O Legislativo Castilhense teve de 1891 a 1930 a denominação de Conselho Municipal. No período de 28 de novembro de 1930 até 29 de dezembro de 1931, não existiu o Poder Legislativo.

De 29 de dezembro de 1931 até 14 de novembro de 1933, foi substituído por um Conselho Consultivo.

Um novo hiato de cerca de dois anos seguiu até 28 de dezembro de 1935, quando foi instalada a Câmara Municipal de Júlio de Castilhos.

Os antigos "Conselheiros" passaram a denominar-se "Vereadores" e a câmara "Câmara de Vereadores", até os dias de hoje.

Na eleição de 17 de novembro de 1935, em que foi eleito o Prefeito Novembrino Loureiro, o povo castilhense escolheu também os primeiros Vereadores do Município:
SALVADOR DA ROSA NETTO - Presidente
LAHYRE BRASILIENTE BASTOS - Vice-Presidente
VERGÍLIO DESCOVI - Secretário
AMÉRICO REGINATTO
CELESTE BATISTELLA
ANTÔNIO MARINI DE PEDRO
Dr. THEODORO RIBAS SALLES

Instalada às 17 horas do dia 28 de dezembro de 1935, já em 12 de janeiro de 1936 ocorreu à primeira renúncia. O Dr. Theodoro Salles é substituído pelo suplente HENRIQUE WAIHRICH.

Em 5 de maio do mesmo ano, falece o vereador Antônio Marini de Pedro, assumindo o suplente NELSON KRUEL.

Em 24 de fevereiro de 1936, entra a comuna em Regime Constitucional, data em que a Câmara Constituinte aprova a Lei Orgânica do Município.

Essa legislatura teve a duração de cerca de dois anos. Em 19 de outubro de 1937, realiza sua última reunião. A partir daí, Júlio de Castilhos e o resto do Brasil sofrem um jejum de dez anos de Poder Legislativo. Este Poder só voltou após a redemocratização do País com a Constituição Federal de 1946. Foi então instituído o Estado Novo, com a dissolução da Câmara Municipal, devido ao famoso golpe de 10 de novembro de 1947.

Após 12 anos sem eleições no País, em 1947 o povo volta ás urnas para exercer o direito de votar, já que Getúlio Vargas é derrubado e a Nação é redemocratizada com a Constituição de 1946. Assim sendo, quando o legislativo voltou a funcionar, ainda na Sala de Sessões no prédio da Prefeitura Municipal, em 1949, a Câmara contava com os seguintes vereadores: Pedro Euclides Londero, Dourival Melo, Luiz Germano Hoffman, Guadalupe Rodrigues Barbosa, Silvio Groto, Maximino Antonio Rubin, Lucio Paixão Corrêa, Tasso Castilhos de Araújo Lopes e Aparício Corrêa de Barros.

Em 15 de dezembro de 2001, na 18ª Legislatura, na gestão que tinha como presidente a Srtª. Vera Dalcin e contava com os vereadores: Dartagnan da Silva Portella, Luís Vicente Bellinaso, Fernando Bastos de Souza, Antonio Aristides Avozani, Livino da Silva Almeida, Carlos Henrique Pippi, Remir Turra Pigatto, João Horácio Aquino, Miguel Francisco Onófrio Waihrich e Sérgio Onófrio Kurtz, foi feita a inauguração do prédio da Câmara Municipal de Vereadores de Júlio de Castilhos, em sua sede atual localizada na Rua Barão do Rio Branco, 514, uma aquisição feita pela presidente Srtª. Vera Dalcin, o que representou uma vitória para o Legislativo Castilhense.
 

Memorial